Notícias

Governo firma convênio com Mapa para produção de palma forrageira irrigada

publicado: 04/12/2019 18h44, última modificação: 04/12/2019 18h44
1 | 4
2 | 4
3 | 4
4 | 4
agricultura pb convenio com Ministerio da Agricultura de estimulos ao plantil da palma 2.jpg
agricultura pb convenio com Ministerio da Agricultura de estimulos ao plantil da palma 3.jpg
agricultura pb convenio com Ministerio da Agricultura de estimulos ao plantil da palma 4.jpg
agricultura pb convenio com Ministerio da Agricultura de estimulos ao plantil da palma 5.jpg

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca, firmou convênio com o Governo federal, por meio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), no valor de R$ 5,6 milhões, para estimular a produção de palma forrageira irrigada para alimentação dos animais em épocas de seca. O convênio foi assinado nesta quarta-feira (4), em Brasília, pelo secretário Efraim Morais, durante audiência com a ministra de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Tereza Cristina.

O Governo Federal, por meio do Mapa, vai viabilizar equipamentos para implantação de sistema de irrigação para produção de palma. O secretário Efraim Morais informou que o programa irá beneficiar os pequenos produtores e será o maior já implantado no estado. “O programa vai ser implementado em 169 municípios paraibanos. Será o maior programa de produção de palma que já tivemos”, afirmou o secretário. O convênio vai possibilitar o plantio de 400 hectares de palma forrageira irrigada para o produtor ter alimento para seus animais em períodos de estiagem.

O deputado federal Efraim Filho também esteve presente ao ato de assinatura do convênio e afirmou ser de suma importância para o estado. “Para o Arranjo Produtivo Local, o plantio de palma é um arranjo completo e dá resultado a curto prazo”, enfatizou.

Segundo a ministra Tereza Cristina, o programa beneficiará diretamente o pequeno produtor. “Esse programa vai beneficiar diretamente o pequeno agricultor para que proporcione o aumento de renda e mantenha o produtor no campo com qualidade de vida”, afirmou.

O secretário de Agricultura Familiar e Cooperativismo do Mapa, Fernando Schwanke, observou que esse convênio deve ser um piloto a ser replicado em outros estados. “Esse com certeza será um modelo de sucesso. A ideia é que ele seja um piloto para ser replicado em outros estados”, afirmou.